O antes e o depois: Restauração

Recebi de uma amiga muito querida uma pergunta importante: “Você consegue dar um jeitinho no caderno de receitas de minha mãe?” Mas é claro, faz parte da encadernação não apenas produzir cadernos novos mas também recuperar os antigos, isso significa: restauração.

Há cerca de dez anos atrás me inscrevi em um curso de Limpeza e Preservação de Bibliotecas, pois naquela época, esse era meu principal trabalho: cuidar de acervos e bibliotecas. Gostei e me interessei muito pelo tema e então logo depois resolvi fazer o curso específico sobre Encadernação, que já era uma paixão antiga e iniciei a Cheiro de Papel.

Restauração: sempre um novo desafio

Nesse primeiro curso, aprendi um pouco, mas muito pouco, sobre restauração. Mas como todo conhecimento nunca é estático continuei estudando e lendo sobre o assunto. Ainda considero o projeto de restauração um grande desafio. Nunca se sabe em quais condições se encontra o material e o que vai ser preciso para recuperá-lo até ter em mãos o objeto de restauro. Aceitei o desafio! Ela me trouxe o caderno e…

O antes da Restauração
Restauração de livros antigos é um desafio sempre

… vocês podem ver o caderno em questão nessas imagens acima. Quase comecei a chorar… 😅 Por onde começar? Respirei fundo, analisei o problema e tentei me lembrar do pouco que tinha aprendido sobre restauração.

1. A capa

Essa foi a parte realmente mais fácil. A capa já estava solta, então não tive dificuldade em eliminá-la…

2. Lombada

Limpei toda a lombada, retirando o máximo de cola e fitas adesivas que ela tinha. Com muito cuidado, claro.

Restauração também é limpeza do que não precisamos mais

3. Folhas

Agora começa o trabalho. Tentar desamassar todas as pontinhas das folhas amassadas. Isso é feito com pinça e ferro de passar roupa, numa temperatura bem baixa.

Muita paciencia para Restauração
Antes de passar.
Restauração: folha desamassada
Depois de passar com o ferro.

4. Refilar

O ideal seria refilar todo o caderno, mas antigamente as pessoas escreviam até o finalzinho da página. Por isso, tive que pular essa parte, pois iríamos perder trechos da escrita.

5. Lombada reta

Tentar recuperar essa lombada curva: coloquei dois papelões fixando a lombada e passei cola.

Restauração: recuperação de lombada

6. Guardas, reforço e cabeceado

Colocar guardas, reforço na lombada, cabeceado. Aqui uma dica: Gosto de fazer os cabeceados com o mesmo papel ou tecido do revestimento com barbante.

Restauração: refazendo e reforçando
Cabeceado
Restauração: a parte mais legal!

7. Capa nova!

Fazer a capa: agora sim, essa é minha praia… 😎. Usei o Corbexil por ser um revestimento vinílico e muito prático na cozinha. Se pingar alguma coisa e você for rápida, um paninho úmido resolve o problema.

Capa pronta e revestida e a mágica acontece!!!

Restauração: capa, o que mais adoramos!
O depois!
Restauração de livro de receita antigo

Enfim, desafio cumprido, receitas preservadas, minha amiga feliz e nós também! Porém, vou sugerir a ela, que copie todas essas relíquias para um novo caderno de Receitas da Cheiro de Papel.

Livro de receitas  novo
Nosso Caderno de Receitas!

Vale a pena, vocês não acham?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, string given in /home/u746847189/domains/cheirodepapel.com/public_html/wp-content/plugins/yikes-inc-easy-mailchimp-extender/public/classes/checkbox-integrations.php on line 118